quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Edite

Voltando do almoço, escuto um moço falando para a amiga:
"- Perder o celular, o aparelho, é chato. Porque ninguém gosta de ser roubado.
Mas perder o número, até que não me importaria. É bom dar uma editada na vida."

Isso me fez pensar nas tranqueiras que a gente acaba acumulando ao longo da vida e que mesmo não sabendo o que fazer com elas, também não temos a menor ideia de como vamos nos desvencilhar.

Quando eu era pequena tinha caixas e caixas de cartinhas (das professoras, das amigas, dos namorados) guardadas na gaveta secreta. Minha mãe bem que insistia para eu jogar fora e eu prometi: "quando eu casar, eu levo". Lógico que quando a gente casa não é costume carregar o passado junto e acabei deixando as caixas lá (apenas me dou o trabalho de tirar o pózinho de cima, de vez em quando).

Depois comecei a acumular objetos. Uma estátua de tango de Buenos Aires. Sapatos de madeira de Amsterdam. Bonecos de pau da Alemanha. Torre Eiffel miniatura de Paris. Caixas de chocolate de Gramado. Fitinhas do Bonfim de Salvador. Tudo para lembrar lugares que já passamos e momentos agradáveis que nunca queremos esquecer.

Aí passei a acumular números. 500 amigos de facebook. 347 seguidores do twitter. 110 leitores do blog. E nem precisei perder o celular (bastou que eu parasse de atendê-lo), para as pessoas que realmente me importa começar a me editar da vida delas.

Editar quer dizer separar o que neste momento não é mais fundamental para seguir em frente, guardar naquelas caixas da casa da mamãe os pequenos tesouros particulares, levar apenas os melhores momentos e de preferência, colocar uma trilha bem linda de fundo para cantar junto quando a gente mais precisar.

Eu não ligo de perder o celular (o aparelho ou o número) mas me dói perder o contato. Não nasci para ficar fechada em uma sala de edição. Gosto da vida assim, com todas as dores e as delícias.

2 comentários:

aPitillo disse...

like it

*** Tata *** disse...

em casa lendo o blog da Ellen, isso sim e programa de segunda-feira!!! amo vc!